•  
  •  
 

Abstract

Following a successful campaign to end the unlawful practices of trafficking that brought them to Manaus, indigenous Tukanoan women from the Upper Rio Negro established a local indigenous organization with which to plan and manage their own ethno-development, including cultural heritage activities, institution building, revenue development, health and legal services, community, and other initiatives. The case provides an opportunity to explore indigenous ethno-development, a concept at the heart of the theory and practice of Shelton (Sandy) Davis.

No seguimento de uma campanha bem sucessida em Manaus para terminar com práticas de tráfego ilegais, mulheres indígenas da tribo Tukano do Alto Rio Negro fundaram uma organização indígena local com o fim de planejar e gerir o seu próprio desenvolvimento etnográfico, incluindo atividades culturais e patrimoniais, reforço institucional, desenvolvimento de rendimentos, serviços de saúde e legais, iniciativas comunitárias e outras. Este caso oferece uma oportunidade para estudar o desenvolvimento etnográfico, um conceito central na teoria e práctica de Shelton (Sandy) Davis.

Included in

Anthropology Commons

Share

COinS